Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

A FEIRA DA LUZ

A FEIRA DA LUZ

"É uma das mais importantes feiras arrabaldinas, na qual se fazem grandes transacções, concorrendo ali gente de todas as localidades vizinhas e mesmo da capital. A Luz fica na freguezia de Carnide e teve um velho convento sob a evocação da Senhora da Luz."..."Em 1543 D. João III, o catholico rei, mandou uns freires habitar na Luz depois de erigir o convento, ajudado por sua irmã a infanta D. Maria, que pagou os trabalhos da capella môr, onde jaz n'um mausuleu de marmore. As romarias começaram a fazer-se, installaram-se as tendas, veiu a idéa do mercado, e por fim a feira que se realisa agora e á qual vae o povo da capital n'uma ancia de prazeres e diversões."
lllustração portugueza, de 19 de Setembro de 1904. in Hemeroteca Municipal de Lisboa

Feira da Luz  paulo Guedes.jpg

Feira da Luz, foto de Paulo Guedes, in a.f. C.M.L.

19 de Setembro de 1904.jpg

 lllustração portugueza, de 19 de Setembro de 1904. in Hemeroteca Municipal de Lisboa

Feira da Luz n i.jpg

 Feira da Luz, fotógrafo n/i, s/d., in a.f. C.M.L.

Feira da Luz 1903 n i.jpg

  Feira da Luz, fotógrafo n/i, s/d., in a.f. C.M.L.

Feira da Luz ..jpg

 Feira da Luz, fotógrafo n/i, s/d., in a.f. C.M.L.

Palácio dos Viscondes de Porto Covo da Bandeira

Palácio dos Viscondes de Porto Covo da Bandeira
o palácio Porto Côvo localiza-se na freguesia da Lapa, na rua de São Domingos, n.ºs 35 a 39, onde se encontra a fachada principal do edifício, orientada a Sudeste.
o palácio foi mandado construir por Jacinto Fernandes Bandeira (1745-1806), escrivão do Desembargo do Paço, abastado comerciante e senhor de rendosos contratos a partir de projecto do arquitecto Joaquim de Oliveira.
Em 1793 o palácio estava já concluído. Nesse ano, o barão de Porto Côvo mandou iluminar e decorar a fachada do seu palácio e da capela, em homenagem ao nascimento da princesa da Beira, a filha primogénita do infante D. João e de D. Carlota Joaquina.
Em 1806 o palácio foi herdado pelo sobrinho, Jacinto Fernandes da Costa Bandeira (1777 - 1818), alcaide-mor de Vila Nova de Milfontes, passando após a sua morte em 1818 para o seu irmão, Joaquim Costa Bandeira (1796 - 1856), 2.º barão, 1.º visconde e 1.º conde de Porto Côvo da Bandeira.

Actualmente pertence a uma Seguradora.

Palácio dos Viscondes de Porto Covo da Bandeira e

 Palácio dos Viscondes de Porto Covo da Bandeira, foto de Eduardo Portugal, in a.f. C.M.L.

Levantamento topográfico de Francisco e César Go

Levantamento topográfico de Francisco e César Goullard n 48 , in A.M.L. A vermelho a localização do palácio

dsc_0018.jpg

 foto e parte do texto em http://www.casaruibarbosa.gov.br/acasasenhorial/index.php/casas-senhoriais/pesquisa-avancada/39-fichas/344-palacio-de-porto-covo

Real Casa Pia de Lisboa

Real Casa Pia de Lisboa

No dia 3 de Julho de 1780, no reinado de D. Maria I, no contexto dos problemas sociais decorrentes do terramoto de 1755 que devastou a cidade de Lisboa, foi fundada a Casa Pia de Lisboa por iniciativa de Diogo Inácio de Pina Manique.
O decreto de 28 de Dezembro de 1833, da Secretaria de Estado dos Negócios Eclesiásticos e da Justiça, ordenava a transferência da Casa Pia para o Mosteiro dos Jerónimos.

http://www.casapia.pt/historia.html

Fotografia aérea sobre o Mosterio dos Jerónimos

Vista aérea do Mosteiro dos Jerónimos, podendo ver-se ainda. certas delimitações dos terrenos agricolas, da quinta pertença da Real Casa Pia de Lisboa. Anos 30 do séc. XX, fotógrafo n/i, in a.f. C.M.L.

Esta imagem da Planta da Real Casa Pia de Lisboa,

Planta para servir de guia aos trabalhos agricolas, fotografia de Armando Serôdio. in a.f. C.M.L.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D