Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Bergantins e Galeotas Reaes

"Irmãs gémeas em riqueza dos côches, berlindas, florões, estufas, estufins e liteiras dos reinados de d. Pedro II, D. João V e D. Maria I,- as galés, galeotas, saveiras, batéis e bergantins reaes eram verdadeiros prodigios de talha doirada, com as camaras ricamente armadas em damasco vermelho, bellos cristaes, sumptuosas tapeçarias, e apainelados pintados pelos melhores artistas do tempo...O primeiro bergantim real parece ter sido construido por artistas nossos no varadouro da Ribeira, e ter servido para ir receber, em agosto de 1666, ao navio chefe da esquadra francesa ancorada no Tejo, a princeza D. Maria Francisca Isabel de Saboya, mulher de D. Afonso VI...no reinado de D. Maria I mandaram-se construir novos bergantins, galeotas e saveiras. São desse tempo e do tempo de D. João VI, os exemplares que ainda hoje existem na Azinheira, e costumam figurar nas ceremonias officiaes...Outros, e entre elles o lindissimo bergantim de D. Maria I, ainda se conservam entre nós, a attestar o antigo explendor dos velhos tempos. Este ultimo bergantim,- que ainda é hoje o bergantim real- foi mandado construir em 1784, para servir no recebimento da princesa Carlota Joaquina..."
in http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/OBRAS/IlustracaoPort/1906/N28/N28_item1/P17.html

rbIMG_5443.jpg

Bergantim Real, foto in http://www.modelships.de/Museums_and_replicas/Museu_da_Marinha_Lisbon/Photos-barges.htm

ViewImage.htm

 

 "A proa e a popa desta luxuosa embarcação são ricamente entalhadas. A popa apresenta uma figuração mitológica dividida em dois painéis pelo leme, representando o da direita Neptuno de pé, sobre um carro puxado por dois golfinhos e o da esquerda Vénus e seu filho sobre uma concha. No painel superior da popa duas figuras alegóricas sustentam o panejamento que descobre as armas reais de D. Maria I. Nas ilhargas duas cariátides figurando sereias sustentam a cimalha e o entablamento, ambas decoradas com fina talha dourada. A figura de proa representa um dragão alado. Envolvem totalmente o costado faixas decorativas de fino desenho com motivos renascentistas tratadas a ouro fino policromado. Tem 40 remos, 78 remadores,1 patrão e 1 cabo proeiro. Distribuição dos remos: 38 remos manuseados por 76 remadores, 2 por cada remo, à proa de cada bordo, 1 homem por cada remo."
foto e texto, in https://museudigital.marinha.pt/pesquisa/ficha.aspx?t=o&id=14359#ad-image-2

0001_M.jpg

Bergantim Real, foto de Augusto Bobone, in a.f. C.M.L.

0001_M (2).jpg

Galeota Real, foto de Augusto Bobone, in a.f. C.M.L.

0001_M (3).jpg

 Galeota Real, foto de Augusto Bobone, in a.f. C.M.L.

0001_M (1).jpg

 Bergantim Real, foto de Augusto Bobone, in a.f. C.M.L.

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D