Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Concelho de Belém

"A camara municipal de Belem, para cujo concelho S.M. El-Rei transferiu a sua residencia (palacio da Ajuda), solemnisou dignamente o real consorcio, mandando erigir ás portas d'Alcantara, onde começa o novo municipio, um grandioso arco triunphal, que em todas as noites dos festejos nupciaes se illuminou a gaz, com maravilhosa profusão.
Tem 16 metros de altura, e 11 desde a base até ao fecho do arco, que é de 6 metros de largura.
A volta da cimalha é cercada de escudos com as iniciais dos augustos consortes. No attico, e dentro de um retabulo sustido por dois genios, lê-se: CONCELHO DE BELÉM.
Remata o monumento com as novas armas d'este moderno concelho, que se compõem de um escudo partido em pala: na direita está figurado a torre e praia de Belem, com os galeões que foram ao descobrimento da India; na esquerda o busto de Vasco da Gama, e sobre o escudo uma coroa de conde.
Aos lados do arco abriram-se duas tribunas para coreto das musicas que alli tocaram todas as noites.
Estas tribunas foram occupadas pelas orphãs do asylo da Ajuda, na occasião da passagem dos reaes conjuges, sobre os quaes espargiram flores, victoriando-os com alegria, ao som das musicas e acclamações do povo alli reunido.
O projecto e a direcção d'este bello arco foi confiada ao sr. Valentim José Corrêa. A pintura aos srs. António José da Rocha, candido José Xavier e Gualdino Agostinho Candido de Barros."

in Archivo pittoresco : semanario illustrado, 5.º Ano, n.º 34, 1862

ArquivoPitorescoN34_0001_branca_t0 (1).jpg

in Archivo pittoresco : semanario illustrado, 5.º Ano, n.º 34, 1862

purl 4663.jpg

Armas do Concelho de Belém, in http://purl.pt/4663/3/

"Por occasião das festas do real consorcio affluiram á capital proximo de cem mil pessoas das provincias, graças aos caminhos de ferro e ás novas estradas e diligencias, que vão successivamente pondo em movimento as nossas inertes povoações. Nunca se tinha visto em Lisboa tanta variedade de typos e trajos provincianos. Foi então que o nosso excellente desenhador, o sr. Nogueira da Silva, copiou para o album que tem enriquecido nas suas digressões pelo reino, alguns d'esses typos, quatro dos quaes damos hoje em pequenas gravuras."

ArquivoPitorescoN34_0008_branca_t0.jpg

 in Archivo pittoresco : semanario illustrado, 5.º Ano, n.º 34, 1862

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D