Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Conde de Farrobo

"Joaquim Pedro Quintella do Farrobo, 1º conde de Farrobo por decreto da regencia do Duque de Bragança, em 1833, 2º Barão de Quintella, par do reino, 2º senhor da villa do Prestimo, 2º alcaide-môr da villa da Sortelha, grã-cruz da ordem da Conceição e commendador da de Christo, Inspector geral dos theatros e espctaculos publicos, coronel de cavallaria nacional de Lisboa, abastado proprietario e capitalista, nasceu em Lisboa a 11 de Dezembro de 1801...O palacio da rua do Alecrim foi mandado edificar por Joaquim Pedro Quintella. Algumas parcellas de terreno n'aquella rua foram arrematadas pelo Desembargador Luiz Rebello Quintella (tio d'aquelle) em 2 de Junho de 1777, e o palacio do Marquez de Valença, com um terreno ao fundo, por Joaquim Pedro Quintella em 24 de novembro de 1788.Na escriptura d'instituição do vinculo, lavrada em 23 de Junhode 1801, apparece a casa nobre (em que morava o instituidor) com jardim, pateo e mais pertenças, na rua do Alecrim ou Duas Egrejas, da parte Nascente, avaliada em 24 contos de réis, e, além d'outras, a casa da mesma rua, da parte do Poente, e que chega até á rua das Flores, avaliada em 6:700.000 réis. a quinta das Laranjeiras figura com o valor de 24 contos de réis."

in "Lisboa d'outros tempos" de Pinto de Carvalho

Palácio do Barão de Quintela e Conde de Farrobo

Palácio do Barão de Quintela e Conde de Farrobo, foto Joshua Benoliel, in a.f. C.M.L.

Atlas da carta topográfica de Lisboa n 42.jpg

Atlas da carta topográfica de Lisboa n 42, in A.M.L.

Palácio do Barão de Quintela e Conde de Farrobo

Palácio do Barão de Quintela e Conde de Farrobo, foto Joshua Benoliel, in a.f. C.M.L.

"O nome de Farrobo é inseparavel do das Laranjeiras.
As festas ahi realizadas eram o clou da elegancia d'aquelles tempos.
Reis e principes assistiram a mais do que uma d'essas festas magnificas, que a opulencia e o bom gosto do conde de Farrobo tornaram afamadas entre as mais gandiosas da Europa."

in "Lisboa d'outros tempos" de Pinto de Carvalho
Planta Topográfica de Lisboa 8M.jpg

Planta Topográfica de Lisboa 8M, in A.M.L.

Palácio dos Condes de Farrobo, j  c Alvarez.jpg

Palácio dos Condes de Farrobo, foto de J. C. Alvarez, in a.f.C.M.L.

Palácio dos Condes de Farrobo, fachada sobre o ja

Palácio dos Condes de Farrobo, fachada sobre o jardim de buxo, foto de Alexandre Cunha, in a.f. C.M.L.

Teatro das Laranjeiras barcia.jpg

Teatro das Laranjeiras, foto José Arthur Leitão Bárcia, in a.f. C.M.L.

"Foi no theatro das Laranjeiras que fizeram eclosão muitas vocações artisticas, ao deante consagradas pelo criticismo de nervo e polpa.
Ahi se representou em portuguez, francez, italiano e inglez. Ahi se cantaram operas."
in "Lisboa d'outros tempos" de Pinto de Carvalho

Palácio dos Condes de Farrobo edu port.jpg

Palácio dos Condes de Farrobo, foto Eduardo Portugal in a.f. C.M.L.

quintela.jpg

Retrato do 1º Conde de Farrobo, in http://www.fundacaodionisiopinheiro.pt/pt/o-museu/coleccao/pintura/69-retrato-do-1o-conde-de-farrobo

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D