Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Convento dos Cardais/Convento de Nossa Senhora da Conceição

Em 1671 D. Luisa de Távora, viúva do morgado de Oliveira e comendadeira de Santiago no mosteiro de Santos-o-Novo, onde se encontrava, e desejando um edifício mais recatado e propício aos exercícios espirituais, decide edificar um convento nuns edifícios que tinha, e onde se encontrava um recolhimento de mulheres, com uma igreja de invocação de Nossa Senhora da Conceição; a fundadora institui uma renda anual de 600$000 para o novo convento e doa uns terrenos que possuia no sítio dos Cardais.
Em 1677, começam as obras de aproveitamento e construção dos prédios, nas quais D. Luísa de Távora gastou parte considerável da sua fortuna; as obras ainda não se encontravam concluídas, mas as primeiras religiosas estabelecem-se no convento; eram oriundas dos conventos carmelitas de Aveiro, de Santo Alberto de Lisboa e de Santa Teresa de Jesus de Carnide, neste mesmo ano saiu um despacho e alvará régio que autorizava que o "recolhimento da Conceição fosse convento das religiosas prefessas Carmelitas Descalças".
Em 1876, com a morte da última religiosa, o Estado toma conta do convento, com todos os seus bens móveis.
A pedido da fundadora da Associação de Nossa Senhora dos Aflitos para que lhe fosse concedido o convento para nele instalarem o asilo das cegas, em 1877, aí foi instalada a Associação de Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos.
Em 1878, o asilo para cegas é inaugurado depois de obras consideráveis na sua reedificação e na colocação de canalização de água e gás. A direcção do asilo é entregue às Irmãs Terceiras Dominicanas.
A 22 julho de 1893, o Diário do Governo, publica a cedência definitiva do antigo edifício conventual ao asilo de cegas.

Convento dos Cardais, 1945, foto de J.C.Alvarez, i

Convento dos Cardais, 1945, foto de J.C.Alvarez, in a.f. C.M.L.

Atlas da carta topográfica de Lisboa, nº 35 , 18

Atlas da carta topográfica de Lisboa, nº 35, 1856, de Filipe Folque, in A.M.L.

Capela do convento de Nossa Senhora da Conceição

Capela do convento de Nossa Senhora da Conceição dos Cardais,ant. a 1945, foto de José Arthur Leitão Bárcia, in a.f. C.M.L.

Asilo de cegos, dormitório.jpg

Asilo de cegos, dormitório,ant. a 1945, foto de José Arthur Leitão Bárcia, in a.f. C.M.L.

Asilo de cegos, sala de atividades.jpg

Asilo de cegos, sala de atividades,ant. a 1945, foto de José Arthur Leitão Bárcia, in a.f. C.M.L.

Asilo de cegos, sala de trabalhos oficinais.jpg

Asilo de cegos, sala de trabalhos oficinais,ant. a 1945, foto de José Arthur Leitão Bárcia, in a.f. C.M.L.

Convento dos Cardais, imagem de Nossa Senhora dos

Convento dos Cardais, imagem de Nossa Senhora dos Aflitos. Altar lateral da igreja,ant. a 1945, foto de José Arthur Leitão Bárcia, in a.f. C.M.L.

Convento dos Cardais, altar lateral da igreja.jpg

Convento dos Cardais, altar lateral da igreja,ant. a 1945, foto de José Arthur Leitão Bárcia, in a.f. C.M.L.

Convento dos Cardais, início séc. XX, foto de Jo

Convento dos Cardais, início séc. XX, foto de Joshua Benoliel, in a.f. C.M.L.

Convento dos Cardais, 1968, foto de Armando Serôd

Convento dos Cardais, 1968, foto de Armando Serôdio, in a.f. C.M.L.

bibiografia consultada em;

http://www.monumentos.pt/site/app_pagesuser/SIPA.aspx?id=4017

 

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D