Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Pátio dos Quintalinhos

No Pátio dos Quintalinhos, situado no n.º 3, das Escolas Gerais, antigamente denominado, Paços do Infante Dom Henrique, funcionou a Universidade de Lisboa, antes da sua transferência para Coimbra em 1537.
Onde actualmente funciona uma unidade de alojamento local, foram casas doadas por Dom Henrique às Escolas Gerais, em 1431.

"O primeiro «Estudo Geral» foi criado por D. Diniz, precedido de bula papal (Nicolau IV) de Agosto de 1290, e instalado em 1291 no sítio da Pedreira (o Carmo de hoje, e não às Portas da Cruz, a Alfama, como até há dois anos se supôs).
Conservou-se o Estudo Geral naquele sítio da Pedreira até 1302, e nesse ano, ou em 1308 como querem alguns autores, foi transferido para Coimbra.
Em 1338 a Universidade voltou a Lisboa, para o sítio da Cruz a Alfama, «casa da moeda velha», ou cerca delas, contíguas à Rua dos Remédios de hoje, na confluência da actual Rua do Paraíso, regressando a Coimbra em 1354, para tornar a Lisboa (D. Fernando) em 1377, para o sítio «na moeda velha onde sohia estar antes», casas cuja entrega à Universidade foi confirmada por D. João I em Maio de 1389.
Em 1431 o Infante D. Henrique doou às Escolas Gerais umas casas que havia comprado a João Anes, junto ao muro velho da cidade, e que assentavam acima de S. Tomé. Só em 1503 D. Manuel adquiriu, para a Universidade de Lisboa, umas casas neste sítio, e que constituíam os Paços do Infante D. Henrique, as quais, ligadas a outras que a Universidade já possuía, tornaram possível um «edifício novo» - como hoje se diria.
Note-se que toda a área entre a Porta do Sol (Santa Luzia), a de Alfama e a de Santo André era considerada Bairro dos Escolares, com seus privilégios, dos quais os estudantes por vezes abusaram.
E nestes Paços do Infante, e anexos, tornados em conjunto, e renovados, as Escolas Gerais se conservaram até 1537 (D. João III), ano em que a Universidade transitou definitivamente para Coimbra."
in Peregrinações em Lisboa", Livro 8, pág.s 87 e 88, de Norberto de Araújo.

Paços do Infante Dom Henrique, pátio dos Quintal

Paços do Infante Dom Henrique, pátio dos Quintalinhos, ant. 1957, fotógrafo n/i, in a.f. C.M.L.

Atlas da carta topográfica de Lisboa, n.º 44, 18

Atlas da carta topográfica de Lisboa, n.º 44, 1858, de Filipe Folque, in A.M.L.

Rua das Escolas Gerais, portão de acesso ao Páti

Escolas Gerais, portão de acesso ao Pátio dos Quintalinhos, 1899, foto de Machado & Souza, in a.f. C.M.L.

Rua das Escolas Gerais, anos 70, foto de Casa Foto

Escolas Gerais, o portão de acesso ao Pátio dos Quintalinhos encontra-se por trás do poste metálico, anos 70, foto de Casa Fotográfica Garcia Nunes, in a.f. C.M.L.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D