Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Paixão por Lisboa

Espaço dedicado a memórias desta cidade

Viaduto Duarte Pacheco

"No dia 19 de Fevereiro de 1939, foi adjudicada a uma firma de empreitadas de obras públicas, a construção do viaduto que está sendo lançado sôbre o vale de Alcântara, entre os Sete Moinhos e a fronteira encosta de Monsanto e que servirá para lançar a entrada de acesso à auto-estrada Lisboa-Cascais.
A obra foi adjudicada por 9.796 contos e, para se fazer uma idea do que será o notável viaduto, bastará tomar-se conhecimento dos seguintes pormenores: tem cêrca de 450 metros de extensão; totalmente construído em cimento armado, terá a largura de vinte e quatro metros, nos quais estão incluídos dois passeios laterais de três metros cada; duas pilastras gigantes, com nove pavimentos interiores e escadas e elevadores de acesso, suportarão o magnífico viaduto; toda a ponte e interior das pilastras serão iluminados profusamente...O projecto é da autoria do Engenheiro João Alberto Barbosa Carmona, e, na sua organização definitiva, trabalharam, durante seis mêses, além de outro pessoal, todos os engenheiros da Divisão de Pontes da Junta Autónoma de Estradas.
A construção do lanço de auto-estrada compreendida entre o viaduto e as proximidades de Linda-a-Velha, numa extensão de 6.423 metros, incluindo cêrca de dois quilómetros para estabelecer a completa ligação de Lisboa com o projectado Estádio Nacional, foi igualmente adjudicada a uma firma portuguêsa. A largura desta auto-estrada será de vinte e dois metros, compreendendo duas faixas de rodagem, de sete metros e meio de largura, cada uma, separadas por uma faixa arrelvada de três metros.
in Da Estremadura : boletim da Junta de Província da Estremadura, 1939

Vale de Alcântara com o viaduto Duarte Pacheco em

Vale de Alcântara com o viaduto Duarte Pacheco em construção, 1943, fotógrafo n/i, in a.f. C.M.L.

Estúdio Horácio Novais.jpg

Construção do viaduto Duarte Pacheco, foto Estúdio Horácio Novais, in Biblioteca de Arte / Art Library Fundação Calouste Gulbenkian

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Viaduto foi inaugurado em 28 de Maio de 1944, homenageando Duarte Pachaco, de quem recebeu o nome, e coincidiu, com a inauguração da auto-estrada Lisboa-Estádio Nacional.

Estúdio Horácio Novais, inau.jpg

Inauguração do Viaduto Duarte Pacheco, foto Estúdio Horácio Novais, in Biblioteca de Arte / Art Library Fundação Calouste Gulbenkian

000.jpg

Viaduto Duarte Pacheco, cerimónia de inauguração, foto de Ferreira da Cunha, in a.f. C.M.L.

Inauguração do Viaduto Duarte Pacheco, foto de F

Inauguração do Viaduto Duarte Pacheco, foto de Ferreira da Cunha, in a.f. C.M.L.

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Pesquisar

 

Visitante

Tradutor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D